sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

"O Quarto de Jack" OU A Crueldade de Um Sequestro



Excelente o filme de Lenny Abrahanson baseado no livro "Room"  de Emma Donoghue , que também assina o roteiro do filme ;


"O Quarto de Jack " conta a história de Joy ( Brie Larson) que foi sequestrada por um homem , o Velho Nick (Sean Bridgers) e que foi confinada a um pequeno quarto na casa do homem.

Com as frequentes idas do homem ao quarto para ter relações sexuais  com a moça, ela acaba tendo um filho , Jack ( Jacob Tremblay).


O filme começa já com os dois há 5 anos no quartinho e como a mãe explicou para o menino a história deles .


Tudo era fantasia na parte externa, já que tinham televisão. Só dentro do quarto as coisas eram reais .


O menino aprendeu a ler , a escrever e a brincar no pequeno espaço que tinha.


A luz do dia ? Só através de uma claraboia no teto do quarto .

Quando o Velho Nick entrava no quarto , o menino tinha que ir para dentro do armário para não assistir a mãe transando com o velho.


Até quando iria essa situação ?

Quando Joy contaria ao filho toda a verdade ?


Num certo momento de desespero , Joy começa a explicar o que realmente aconteceu e aonde eles estão, mas, Jack não consegue entender e a aceitar muito o que sua mãe lhe conta.

Até um plano para uma fuga, o menino não aceita e reluta em participar.


Depois de uma tentativa frustrada, chega o grande dia , que pode mudar pra sempre a vida de quem não conhece a luz do dia.

Como será a vida de Jack e Joy fora do quarto ? E os pais de Joy  , A avó do menino ( Joan Allen ) e o avô ( William H. Macy), será que vão encarar  o duro retorno da filha naturalmente ?

E a vida dos pais de Joy, como será que está 5 anos após o sequestro da filha ?


Todas essas questões serão lançadas no filme e o reflexo de tudo isso é tão grande quanto o horrendo crime cometido pelo Velho Nick .

Ótimo filme, com excelentes atuações de Brie Larson e Jacob Tremblay, que para mim, arrebentou no filme .


Valeu a pena !

Eu recomendo !


"O Quarto de Jack" -Lenny Abrahanson

Nenhum comentário:

Postar um comentário