terça-feira, 9 de julho de 2013

"Um Amor Para Ocultar " OU Os Assassinos Do Triângulo Rosa


Assisti a um belo e triste filme , sob a direção de Christian Faure , ambientada na Paris de 1942 , " Um Amor Para Ocultar " , baseado no livro escrito por Pierre Seel , " Eu Pierre Seel , Deportado Homossexual " , que conta como foi sua experiência ao ser jogado em um campo de concentração .


O filme conta a história de Sara ( Louise Monot ), judia , que perde toda a sua família, assassinada pela Gestapo , e que vai em busca de ajuda ao que lhe sobrou : a antiga amizade da infância e adolescência  com Jean (Jèrèmie Renier ).


Jean, por essa razão e consideração à antiga e amada amiga de tempos passados, dá abrigo a mesma , mas na casa de Philippe (Bruno Todeschini ) seu namorado .


Sara , que agora terá uma nova identidade,Yvone Brunner ,conseguida por Phillipe , fica chocada ao saber que sua última esperança na vida, Jean , não poderá satisfazê-la , pois descobre o seu caso com Philippe.


Mesmo assim , continua sua luta  pela vida, vai trabalhar na lavanderia dos pais de Jean , é muito bem aceita e tratada com muito carinho por Jean .


Surge o primeiro problema : O irmão de Jean ( Nicolas Gob ) , sai da prisão e volta ao convívio dos familiares, que não o respeitam muito por causa de sua indolência e erros já cometidos , acaba também por descobrir que o irmãozinho querido dos pais é homossexual .


O que faz ? Dá um jeito para que o seu parceiro Philippe seja assassinado , dando informações para os agentes NAZI , infiltrados em Paris .


Não satisfeito com isso , além de querer o amor de Yvone Brunner , apronta uma para o seu irmão , mas , não sabia que o destino seria o pior possível .


Delata -o ao serviço secreto , dizendo que Jean é homossexual e tinha um caso com um agente alemão .


Jean é preso , levado aos campos de concentração , vestido com a tradicional roupa e o triângulo rosa , distinguindo -o dos judeus .

Todas as atrocidades imaginárias acontecem enquanto Jean está sob o poder dos NAZIS .


Mesmo arrependido com o que fez, seu irmão , não tem o que fazer, já que é irrevogável a condição de Jean perante os NAZIS , que a cada dia judiam mais de sua condição humana.

No final , acabam até entregando -o para a família , mas, Jean não dura muito , já que uma lobotomia foi realizada , dando poucos dias de vida para o jovem .


Filme triste , que retrata muito bem o que foram os campos de concentrações , e o tratamento que judeus e homossexuais tiveram .

Vale muito a pena assistir !

Eu recomendo !
"Um Amor Para Ocultar " - Christian Faure

11 comentários:

  1. Como vc quer que os outros assistam se vc já revelou todo o spoiler do filme, seu mané!

    ResponderExcluir
  2. Lord Anônimo , desculpe se não te agradei !

    ResponderExcluir
  3. Ainda bem q revelou pra eu nem assistir, pois pelo q vi, o filme é horrível !!!

    ResponderExcluir
  4. Confesso que não gostei de ver o sofrimento dele, foi horrivel, mas era a realidade daquela epoca, fazer o que né!
    Me emocionei muito, Filme Perfeito!!

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Carlos Pedro, ainda bem que isso já passou , vivemos em uma época de transformações , que também com certeza , não seremos nós que veremos toda essa igualdade , isso deve demorar e muito ... Mas, valeu !

    ResponderExcluir
  8. Assisti e me emocionei com toda a história. Uma pena não ser dublado em Português. Muito triste, porém linda.

    ResponderExcluir
  9. Nario , realmente o filme é uma preciosidade ...

    ResponderExcluir
  10. O filme é perfeito, retrata com clareza a situação do homossexual e judeu na época em questão além de me fazer ficar MEGA emocionado. Parabéns aos envolvidos no filme!!!

    ResponderExcluir