domingo, 29 de novembro de 2015

"O Que Significa Uma Viagem para Mim ?" OU Os Livros da Minha Vida


Fazer uma viagem é como abrir um livro , sentando para lê-lo , envolvendo-se do início ao fim .

Temos uma ótima sensação , e uma curiosidade também , de o quê vamos encontrar pela frente e como encontraremos ...

Mas, eis que começa a aventura , ah, mas, antes disso , vem a capa desse livro : Qual seria a dessa viagem ? Creio que cheia de montanhas, areias , pedras , águas abundantes e em outros lugares rios secos , e as pessoas , como seriam ? Gente simples, do campo e do interior , do jeito que eu gosto .

Mas , será que caberia tudo isso numa capa ? Como simplificá-la ? Uma Lhama no campo ? Um vulcão em seu mais tranquilo silêncio ? Vou ficar com a segunda opção , acho que é a que mais me marcou ...

E começa a história , um dia em um lugar, outro em outro lugar, vem surgindo os personagens , será que algum marcante ou principal ? Vêm os sorrisos, abraços , apertos de mãos ...

Surge um novo idioma e uma novo hábito por onde se passa . Será que vamos nos adaptar ? E a comida ? E o dinheiro diferente  ? E o clima ? Que roupa eu vou usar hoje ?

Cada lugar tem a sua personalidade , e a cada página do livro vamos percebendo isso , os ingredientes que cada cidade e lugar nos oferece .

Às vezes, não gostamos muito de algum capítulo ! Algo que não esperávamos aconteceu ... Um personagem ruim , que não tinha uma boa índole , entra na história e a deixa marcada por sua má conduta .

Mas, vamos em frente, daqui a algumas páginas essa história já muda e talvez nem lembramos mais do que aconteceu no capítulo passado .

E quando será o ápice dessa história ? Qual o seu melhor capítulo ? Aquele que te entusiasma , te deixa feliz e louco para aproveitar ao máximo o que está acontecendo ?

Esse livro tem fim ou terá uma continuação ? Pagou caro por ele ou de acordo com suas condições pertinentes ?

E você como dono do livro e dessa história , como interagiu ?

Assim penso ser  uma viagem , onde cada uma é diferente da outra e sempre tem um sentido , um contexto que possa de alguma forma te acrescentar algo na vida , no seu crescimento e amadurecimento como pessoa. Que possa somar algo culturalmente falando e também selar novas amizades , além de  relacionamentos .

A viagem é para mim um livro , que guardo comigo para o resto de minha vida com muito carinho , pois com certeza me ensinou algo diferente .

E essa viagem foi mais um livro que guardei  na minha estante , na estante da minha vida ....

E que venham muitos e muitos livros por aí ...

Valeu !!!

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

"Expedição ATACAMA" OU Viagem de Carro ( Experiência Nova )

Aos meus amigos que me acompanham no blog e a todos , venho por meio desse avisar que a partir de hoje , começo uma viagem de férias com destino ao Deserto do Atacama , de carro .

Vou tentar depois fazer as postagens de todos esses lugares , e compatilhar ao máximo o que vi e senti em cada um deles .

A viagem começa com a saída de Ribeirão Preto nesse dia 06/11/2015 e tem a sua primeira parada em Maringá , a 533 KM de Ribeirão Preto .

Depois , daremos seguimento à Foz do Iguaçu , onde permanecerei por 3 noites .

E aí sim, cruzarei a fronteira pela Argentina , conhecendo as Missões  e depois parando em POSADAS .

A parada seguinte será a vez de Presidencia Roque Saenz Peña  e depois em Salta .

De Salta , farei um dia extra em Cachi e Cafayate , depois retornando mais uma vez a la Linda ( Salta )

Aí, será a vez de Purmamarca, Tilcara  e Humuauaca , fazendo a pernoite em Tilcara .

Para então , cruzar a fronteira do Chile e chegar a San Pedro de Atacama , onde ficaremos por 4 noites .

Depois, o retorno será mais uma vez por Salta , Presidencia Roque Saenz Peña  com 2 pernoites e aí sim, cruzarei a fronteira do Brasil por São Borja, no RS.

De São Borja , farei o circuito catarinense de Treze Tílias, Fraiburgo, Videira , Piratuba por 2 dias e seguirei até FLORIPA .

De Floripa, pegarei o camimnho do litoral indo em direção a camboriú, parando em Bombinhas  e outras praias.

Curitiba será a parada de volta , para depois chegar a Santos , na última noite , e retornar a Ribeirão Preto no último dia .

A viagem será do dia 06/11 até o dia 30 /11 e espero que seja muito boa, cheia de aventuras  e paisagens bonitas .

Um grande beijo,

Até a volta !

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

"Evereste" OU A Escalada da Morte


Estava com vontade de assistir a um filme mais de aventura , sem ter que pensar muito e escolhi " Evereste" do diretor Baltasar Kormákur .

Gostei muito do começo ao fim das 2 horas, que por sinal passam rapidinho , pois o filme é bem costurado .


A história é a mesma de sempre, um grupo de alpinistas se encontram em um lugar, nesse caso foi a Nova Zelândia , com uma empresa especializada na subida do monte , a Adventure Consultants .


E o filme mostra a chegada desses alpinistas de todos os lugares do mundo , o encontro deles em Katmandu , as conversas e experiências de cada um , até a apresentação na agência, onde Rob ( Jason Clarke) ,lideraria o grupo .

Rob faz suas explanações, mostra os perigos, apresenta toda a sua equipe e pede que o sentido de grupo seja respeitado .


Começa a expedição , e as dificuldades da subida são logo apresentadas , como o frio, a rarefação do ar e os próprios obstáculos naturais imprevisíveis .

A subida tem vários níveis , e a cada um cresce a altitude e as dificuldades .


O problema dessa expedição de 1996 , foi que várias outras estavam no monte e a subida acabou se tornando uma competição entre agência de diferentes atitudes .

Rob deixa em seu país sua esposa Jan ( Keira Knightley) que espera um filho seu .


Helen ( Emily Watson) é a coordenadora da expedição no monte , que tem até médica para auxiliar os alpinistas .


Como integrantes da expedição , destaque para Doug ( John Hawkes ) e Beck( Josh Brolin) , além de Scott ( Jake Gyllenhaal) que era o líder de uma outra agência .


O que fica para nós  são as lindas imagens mostradas da região e de seu imponente Monte Everest , suas dificuldades quase que totais em se escalar e a lição de que com a natureza não adianta termos o melhor planejamento , regras de segurança , tubos de oxigênio e o melhor material apropriado para a escalada  .


É ela quem dita como será o dia e suas condições .


Tenho 2 dúvidas ? Será que realmente o rádio transmissor funciona lá no alto ? E as mulheres quando se comunicam com seus entes queridos, por que são tão diferentes  das mulheres latinas emocionalmente falando ?


Muito bom o filme , valeu a pena !

Eu recomendo !

"Evereste" -  Baltasar Kormákur

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

"Bastardos" OU Canalhas !


Filme difícil de Claire Denis, que aliás, tem esse propósito , " Bastardos " , é um filme para aqueles que não buscam uma história com começo , meio e fim .


Filme francês, que aliás, são os meus preferidos , bem escuro , com cenas em lugares pequenos que quase não vemos direito os personagens , que se desnudam sem o maior pudor para uma vida cheia de podridão e ligada ao materialismo .


Marco Silvestri ( Vincent Lindon ) é um capitão , que em alto mar , recebe uma mensagem urgente da família pedindo para que retorne à Paris .

Ele atende o pedido , que é de uma irmã sua Sandra ( Julie Bataille ), informando -o que seu marido , amigo de Marco se suicidou .


Marco acredita que a causa tenha sido consequencia de problemas com a máfia capitalista que rondava seu cunhado , sendo Edward laporte ( Michel Subor ) um dos culpados .

Os negócios da família estavam em ruínas e assim cai o império  dos sapatos .

Marco quer investigar esse homem e aluga um apartamento no prédio de sua amante Raphaelle ( Chiara Mastroianni ) tentando seduzi-la para poder ter mais informações do canalha .


Marco descobre que o Sr Laporte tem um filho pequeno com a mulher e que não o trata dignamente como tal .


Descobre também que sua afilhada é uma viciada em sexo , além de bebidas e drogas , sendo uma compulsiva para tal , levando a internações  e problemas emocionais marcantes .


A relação com sua irmã que já não era muito próxima acaba por se tornar odiosa, já que ele descobre as também facetas podres , que antes não conhecia da mesma .


Mesmo assim, gasta todas as suas economias para ajudar a irmã e tentar tirar o nome da família do buraco .


As cenas são bem tensas e com certeza você ficará atento aos momentos incomuns  intencionalmente colocados no filme pela diretora .


Destaque para a trilha sonora , que tem o grupo Tindersticks como carro chefe .

Filme bem intimista, noir , maneirista ....como disseram alguns que escreveram sobre .


Valeu a pena !

Eu recomendo !

"Bastardos " - Claire Denis

"Apenas O Fim " OU Uma Forma Diferente de Sair de Um Relacionamento


Apenas o Fim , de Matheus Silva ( estreia em longas ) , faz uma abordagem diferente de como terminar um relacionamento .

Tudo começa com Antônio ( Gregório Duvivier ) indo para a faculdade , fazer uma prova , quando Ela ( Erika Mader ) , sua namorada , chega interpolando - o dizendo que iria embora .


Eles brinca, não entendendo muito bem , mas, ela reforça que iria era fugir dali, largar tudo , o relacionamento , a faculdade , os amigos , a família e ir embora .

Mas, para onde ? Essa resposta ela nunca revela .

Mas, admite ter uma hora para conversar com Antônio pelas ruas ou aproveitar essa 1 hora para fazer sexo .


Eles ficam com a primeira opção . E começam a recordar tudo sobre o relacionamento, fazendo uma análise comparativa de A a Z.

É bem diferente , achei bem interessante e instigante o diálogo , que te prende do começo ao fim do filme .


Parece as crônicas mesmo de Duvivier quando escreve na Folha , de uma forma bem inteligente , que te faz pensar .


Aliás, falando no Gregório , eu o leio todas as semanas, sou seu fã !


Quisera todos os relacionamentos que estão por terminar tivessem a mesma ideia e acabassem numa boa como Antônio e Ela .


Assim, o filme fica apenas no diálogo do casal e nos flashs do relacionamento. E isso basta ,já é o suficiente.


Gostei muito , valeu a pena !

Eu recomendo ! 


"Apenas o Fim " - Matheus Silva

"Jersey Boys- Em Busca da Música " OU A História do 4 Seasons e Frankie Valli


Pra quem gosta de música dos anos 60 , ou viveu nessa época , vai gostar muito do filme de Clint Eastwood, " Jersey Boys - Em Busca da Música ".


O filme , claro , conta a história do grupo que fez um puta sucesso nos anos 60 , The Four Seasons , seus altos e baixos, brigas , e claro muita música ...e essa é a parte mais interessante .


Tudo começa com Tommy DeVito ( Vincent Piazza ) , um malandrão, que comete os seus pequenos crimes , mas, canta e toca também .


Aí, chama o seu humilde amigo Frankie Valli ( John lloyd Young) para entrar para o grupo , o que deu um salto grande, já que a voz do amigo era muito diferenciada .


Bob Gaudino( Erich Bergen ) e Nick Massi( Michael Lomenda )completariam o time de um dos maiores sucessos na música americana de todos os tempos .



Como Tommy tinha negócios escusos, a máfia estava sempre presente nas aparições dos garotos e na vida deles e Gyp ( Christopher Walken) , o chefão era quem dominava o pedaço.


Os meninos estouraram nos EUA , faziam shows para tudo quanto é canto , mas, os problemas começaram a aparecer , lógico ...


Frankie Valli , que era casado e tinha uma filha, tinha problemas de relacionamento com sua esposa que o culpava de nunca estar em casa , o mesmo acontecendo com sua filha .


Tommy afundava cada vez mais o grupo em dívidas, já que era o contabilista da Banda .

Chegou um dia , que ou eles pagavam o que deviam ou não subiam no palco .


E aí, a Banda se dissolveu , não deu mais para os garotos de Jersey .

Frankie Valli , começa sua carreira solo do zero , tendo ainda que assumir as dívidas do amigo Tommy , cantando em bares, supermercados , churrascarias ,clubes e tudo mais .


Com um percalço maior , Frankie está desolado , mais o amigo e compositor Bob escreve uma música para mudar o divisor do cantor .

A música estoura e o filme ...

Valeu muito a pena !

Eu recomendo !

"Jersey Boys- Em Busca da Música" - Clint Eastwood

terça-feira, 3 de novembro de 2015

"Slow Brew 2015" OU Festival das Cervejas Artesanais



O tão esperado dia das cervejas chegou finalmente , já que desde fevereiro se não me engano , já havíamos comprado o ingresso para esse dia .

E então fomos para mais uma "Slow Brew " , no mesmo Taiwan Eventos , em Ribeirão Preto , num sábado nublado , esperando por uma ótima tarde cervejeira.


Chegando lá, uma surpresa : Uma fila que serpenteava o estacionamento dos dois lados , fazendo com que você esperasse no mínimo 1 hora e meia a 2 horas .

Percebia poucas pessoas tentando escapar desse esquema, o que te aliava um pouco na já chatisse da espera .

Bem, antes que caísse um toró , registramos nosso CPF , pegamos nosso copo e entramos finalmente .

O salão estava bem amplo com disposições diferentes dos stands das do ano passado. Ficou melhor, sem dúvida.

Outro detalhe, foram os ventiladores da ECOBRISAS que turbinaram a ventilação do local que já tinha ar condicionado .

A parte da alimentação também ficou separada indo para um outro canto , também não prejudicando o espaço das cervejarias , outro ponto positivo .


As bandas se apresentaram num grande palco , o que também foi um outro diferencial .

Tudo funcionou muito bem ! Foi ótimo, sem tumulto para pegar as cervejas e degustar o que queríamos .

Fomo sair de lá , umas 21:00 horas, mas, também entramos às 16 horas .


O número de FoodTrucks foi insuficiente para atender o público . A fila para pegar qualquer comidinha demorava mais ou menos 1 hora , 1 hora e alguma coisa .

Como sugestão , e crítica para melhorar o evento : acabar com o esquema do CPF e fazer com que o ingressante leve um papel com o código de barra , que é lido rapidamente , evitando essa fila que houve .


Alguém tinha pensado na chuva ? Caiu o mundo e as pessoas correram para onde tinha cobertura .

Com relação à música, foi dado um salto do ano passado , bem mais organizado , etc, etc, porém o Taiwan , Salão Safira  tem uma péssima acústica e qualquer som ali não fica legal , dando a impressão de abafado .


Um outro detalhe é que ainda vi cervejarias que com 2 a 3 horas de evento cruzaram os braços pois havia acabado o seu estoque cervejeiro . Mas, como ????  Sabendo -se o número exato de participantes como isso pode acontecer ? Exemplo foi a DELTA .  E as outras também permitiram que alguns
 de seus rótulos também acabassem . Isso não deve acontecer , e na minha opinião essas cervejarias não deveriam comparecer em um próximo evento pelo desrespeito , primeiro com o público e depois com as outras que estiveram até o fim com seus barris .


É isso !

De qualquer forma, é um mega evento , melhorou bastante com relação ao ano passado e esperamos que a cada ano cresça mais .


Valeu a pena !

Recomendo !